quarta-feira, 20 de abril de 2016

Eu por mim

Hoje completo 42 anos de vida de uma vida vivida com pouco juízo, mas é assim que sou,assim que sou feliz, vou ficar velhinha assim. Só não tenho sorte no amor. No amor é uma tragédia, uma cigana disse que foi trabalho, eu acho que é destino mesmo, mas se for ver do primeiro casamento ganhei dois lindos filhos, como queria ser mãe e consegui. Do segundo ganhei a falta de companheirismo, e do terceiro ganhei muitos presentes, passeios, festas e  muita briga, ele não gostava do meu filho mais velho e me abandonou. Surtei. Fui parar no consultório psiquiátrico e até hoje tomo remédios controlados e digo já estou viciada. oh problemão. Tenho crises recorrentes, mas estou lutando com todas minhas forças inclusive malhando. tenho um namorado escondido que aparece vez por outra, esquisito já deveria ter acabado. E sempre fui de amizades superficiais, as amizades verdadeiras são poucas.
Tenho uma família maravilhosa que sustenta minhas pontas no momento de dificuldade. Amo mamãe, Fatima, Teresa e Berg, meus filhos lógico apesar do mais novo me dar muito trabalho. E vou vivendo com a boca cheia de dentes esperando a morte chegar, pq hoje eu não quero ir para lugar nenhum, mas já melhorei muito da depressão. Essa sou eu em 2016.

sábado, 7 de janeiro de 2012

Amor pelos animais

Não sei quando foi que começou meu amor pelos animais, só sei que hoje sou completamente apaixonada por eles, principalmente pelos cães. Tenho dois, o Billie e a Kate. Billie é um poodle genioso, temperamental, por vezes muito agressivo e arredio e interessante, a dona tem a mesma característica dele. Já a Kate veio do meu desejo de ter alguma fêmea no meu lar. Tenho dois filhos homens, companheiro, faltava-me uma mulher aqui, foi assim que peguei a Kate, uma maltês fofinha e muito muidinha, mas alegre, brincalhona. E assim o meu amor foi crescendo, crescendo, e hoje a Márcia que quando era criança morria de medo de cães ao ponto da mamãe ter dado o dela por causa de mim, hoje tenho dois animais que amo muito!

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Liberdade

Como pode em pleno século XXI sermos vítimas de pessoas que pensam que podem controlar até nosso pensamento? Pois foi assim que me senti por um ano. Não só eu, mas muitos colegas de trabalho continuam ainda sentindo-se presos a um situação degradante que corrói a alma  e se continuar por mais tempo coisas muito mais graves poderão acontecer. Não poder ter liberdade de expressão? De falar o que se pensa? De se expressar? Isso é inadimíssivel. Mas fiz o que pude, lutei até o último instante, mas uma revolucionária precisa ter partidárias corajosas e como não encontrei pessoas de coragem, resolvi sozinha, egoísticamente sair da situação e deixar pra trás uma história dentro de uma escola. História alicerçada por profundos vínculos emocionais que tiveram que ser rompidos drasticamente devido a um sistema medieval que se instaura dentro da Prefeitura Municipal de Caucaia. E aqui vou eu tentar um novo capitulo, nessa novela que se chama EDUCAÇÂO!!!!!!!!!!!!!!!!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Casamentos homossexuais

 Recebi um e-mail que dizia que eu não votasse em Dilma porque ela iria aprovar o casamento entre homossexuais. Que ela seria uma espécie de anti-Cristo, essas coisas e começei a me questionar. Onde queremos chegar? Num mundo preconceituoso?  Onde as pessoas se acham no direito de julgar as outras pela sua condição sexual? É uma espécie de holocausto que querem novamente? Tudo pela tradição, pátria, família? Tá parecendo papo de integralista, seguidores de Plinio Salgado e sua Aliança Integralista Brasileira. Daqui a pouco vamos voltar aos porões do DOI-CODI e suas torturas, prisões ilegais e mortes. Eu sou a favor da liberdade sexual sim. As pessoas tem o direito de escolherem o que querem para si, não sei se a palavra escolher é a melhor. Porque acredito que todos  trazemos dentro de nós hormônios, que uns prevalecem sobre os outros e isso faz com que tenhamos preferências por homens ou mulheres. E isso não faz das pessoas melhores nem piores. Portanto se for aprovado o casamento entre homossexuais muito bem, é mais uma conquista para uma instituição que de fato já existe e só precisa ser legalizada!

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Amizade

     O valor de uma verdadeira amizade consiste em que? Eu antes pensava que todo mundo era meu amigo. Mas com o passar do tempo fui aprendendo que as verdadeiras amizades são jóias raras. Diariamente convivemos com pessoas que pensamos que são nossas amigas, mas acontecem fatos que vc percebe que não é bem assim. Podemos chamar de interesse, de usar a pessoa pra se promover ou se defender, de querer  se aproximar para tirar algum proveito, de sermos políticos, menos amizade. Percebo isso nos momentos de dor, de sofrimento. Poucos são os que permaneceram ao meu lado em momentos desses.No meu ambiente de trabalho só uma amiga ligou pra mim pra saber como eu estava, como minha mãe estava, essa se mostrou preocupada comigo . E os outros? Onde andavam? Amizade se mostra nisso, a mão estendida, o ombro amigo, o puxão de orelha na hora certa. E o que me deixa mais assim decepcionada é porque são pessoas que convivem comigo e dizem que gostam de mim. Outra fator interessante é que nessa era digital parece que temos mais amigos sinceros virtuais do que reais. Tenho amigos aqui que transpassaram as fronteiras da tela do computador e passaram a fazer parte de mim. Aqueles que me mandam mensagens de força, de apoio, de amor, aqueles que se preocupam comigo, que me dão tanto carinho que esses sim posso chamá-los de amigos e eles sabem o que representam pra mim pq não devemos ter vergonha de expressar nossos sentimentos e eu mesmo com o coração das pessoas esfriando digo: o meu é quentinho e cabe todo mundo que se deixa amar por mim. É isso!